Vinho Chileno Casa Real Tinto Reserva Especial Cabernet Sauvignon 2012

875

Por: R$ 649,90

R$ 649,90 (com 0% no boleto à vista)

em até 3x de R$ 216,63 sem juros no cartão

comprar
Frete
Compartilhe:
Apresentação: Este Cabernet Sauvingon Single Vineyard é produzido apenas em anos excepcionais. Ele é fruto de mais de um século de tradição e evolução da vinícola, somado aos mais de vinte anos de experiência da enóloga Cecília Torres produzindo este vinho ícone.
  • País: Chile
  • Região: Valle de Maipo
  • Safra: 2012
  • Tipo: Tinto
  • Uva: Cabernet Sauvignon
  • Volume: 750 ml
  • Teor alcoólico: 14.0000%
  • Combinações enogastronômicas: Harmoniza com pratos estruturados, como costela a bafo, carne de sol acebolada, escondidinho de carne ou mandioca cozida com manteiga de garrafa.
  • Validade: Validade indeterminada desde que conservado com a sua vedação original em local seco e fresco ao abrigo da luz, sem trepidações, com temperatura constante, sem odores fortes e preferencialmente na posição horizontal.
  • Vinícola: Viñas Santa Rita
  • Maturação: 15 meses em barricas novas de carvalho francês.
  • Família: Vinho Fino
  • Estilo: Seco
  • Coloração: Tinto
  • Sommelier: Notas de Prova - Santa Rita Casa Real : Vinho de cor rubi intensa com muito brilho. No nariz, apresenta aromas de frutas vermelhas e negras, mesclada com notas do seu envelhecimento em madeira. É um vinho complexo e com muita concentração. Em boca, apresenta notas doces, maduras e elegantes. Tem taninos maduros, firmes e com textura aveludada. Apresenta bom potencial de envelhecimento.

Viñas Santa Rita

VINHEDOS

Hoje, os vinhedos de Santa Rita estão localizados nos melhores e mais diversos terrários chilenos, a fim de garantir o melhor crescimento e desenvolvimento de cada variedade.

A vinícola possui agora mais de 3.000 hectares plantados para vinhar nos mais estimados vales do país, como Limarí (134 hectares), Casablanca (312 hectáreas), Leyda (80 hectares), Maipo (1.282 hectares), Rapel (1.273 hectares), E Curicó (186 hectares).

Esta tremenda diversidade geográfica permite que nossos produtores e produtores de vinhos criem uma grande variedade de vinhos de muito alta qualidade a partir de terrários específicos.

Ao longo da última década, os viticultores de Santa Rita adotaram uma série de práticas para melhorar o caráter do site e varietal, incluindo: agricultura sustentável, melhor material de clones, técnicas aprimoradas de enxertos e irrigação, viticultura de videira balanceada, rendimentos restritos, manejo de folhas e copas, posterior colheita, indivíduo Bloquear a agricultura e vinificação de pequenos lotes.

 

A vasta experiência da Viña Santa Rita, em conjunto com a mais recente tecnologia, reflete-se na criação de vinhos de alta qualidade que ganharam grandes prêmios e distinções no Chile e no exterior ao longo de seus 120 anos de história.

 

ADEGAS

Quanto às vinícolas, a Santa Rita tem cinco fábricas de produção. O principal é o Alto Jahuel, Buin, e tem equipamentos de vinificação de alta tecnologia, linhas de engarrafamento modernas e embarcações para o envelhecimento de 19,5 milhões de litros de vinhos finos.

Em Los Lirios, Rancagua, existe uma adega com embarcações para armazenamento de 32,5 milhões de litros e uma planta com equipamentos para vinificação e embalagem de vinhos de mesa.

Em Pirhuin, Lontué, A adega possui uma fábrica com equipamentos dedicados exclusivamente à produção de vinhos finos e embarcações para envelhecimento com capacidade de 9 milhões de litros.

Na província de Palmilla, Colchagua, Santa Rita tem uma vinícola moderna com equipamentos de vinificação e embarcações para o envelhecimento de 19,5 milhões de litros.

Em Río Claro, província de Talca, Santa Rita tem uma adega moderna com equipamentos de vinificação e embarcações para o envelhecimento de 10,5 milhões de litros.

 

Nas vinícolas para o envelhecimento, como tal, são utilizados barris feitos de carvalho francês e americano em que o vinho adquire complexidade e corpo com um sabor lenhoso e um aroma suave e delicado. Uma das mais antigas vinícolas para o envelhecimento do vinho encontra-se em Alto Jahuel (Buin). Lá, em uma adega, os melhores vinhos da vinícola, como a Casa Real e Medalla Real Cabernet Sauvignon, são envelhecidos. Esta adega, que foi declarada monumento nacional, foi construída em pedra e argamassa por arquitetos franceses.

 

Cabernet Sauvignon

A casta Cabernet Sauvignon (resultado do cruzamento das uvas Cabernet Franc e Sauvignon Blanc) é uma das mais famosas e a mais bem-sucedidas uvas tintas do mundo, originária da região francesa de Bordeaux (como indicam documentos do século XVIII). Ela compõe vinhos tintos encorpados e concentrados, muitas vezes envelhecidos em carvalho. Alguns exemplares podem durar muito tempo, e podem também ser elegantes e complexos, enquanto outros são mais intensos e exuberantes. Hoje, a onipresente uva Cabernet Sauvignon produz ótimos vinhos nas regiões mais diversas: Bordeaux, Itália, Portugal, Espanha, Austrália, Califórnia, Chile, Argentina, Nova Zelândia e África do Sul, entre outras. Cada uma com seu estilo próprio e suas peculiaridades. Uma das mais famosas uvas tintas do mundo, a Cabernet Sauvignon resulta do cruzamento entre as uvas Cabernet Franc e Sauvignon Blanc. É originária da região francesa de Bordeaux – as primeiras indicações sobre sua existência remontam ao século XVIII –, e está presente em quase todas as regiões produtoras de vinho, o que demonstra sua incrível habilidade de adaptar-se aos terroirs mais distintos. Por ser o componente principal de todos os cinco Premier Grand Cru Classés de Bordeaux, a variedade foi plantada nos quatro cantos do planeta e diversos dos melhores tintos do mundo são elaborados com ela. Hoje, a onipresente uva Cabernet Sauvignon produz ótimos vinhos nas mais diversas regiões: Bordeaux, Itália, Portugal, Espanha, Austrália, Califórnia, Chile, Argentina, Nova Zelândia e África do Sul, entre outras. Cada um com seu estilo próprio e suas peculiaridades. A Cabernet Sauvignon é uma uva relativamente fácil de ser cultivada, mas que demanda uma grande insolação para alcançar o pleno amadurecimento. Essa é uma das razões do porquê na sua região de origem – Bordeaux, na França – ela aparece em quantidade menor que sua companheira Merlot, que por sua vez necessita de menos sol para amadurecer. Apesar de ser comumente associada aos tintos de Bordeaux, a uva Cabernet Sauvignon se desenvolve particularmente bem apenas na região de Médoc e em alguns outros poucos terroirs de Bordeaux. Por outro lado, o sol abundante do Novo Mundo, em lugares como a Califórnia e o Chile, permite que a uva Cabernet fique completamente madura e acumule bastante açúcar. Os cachos são pequenos e os bagos miúdos e de casca espessa. Os vinhos tintos elaborados com ela são encorpados e concentrados, com taninos potentes e muitas vezes envelhecidos em carvalho, para que o vinho fique mais complexo e macio. Alguns de seus vinhos podem durar muito tempo, e podem também ser elegantes e complexos, enquanto outros são mais intensos e exuberantes.

Valle de Maipo

O Valle de Maipo é a única região vinícola do mundo com vinhedos nos limites urbanos de uma capital de 5,5 milhões de habitantes. O vale abriga o maior número de vinícolas do Chile, muitas delas com uma longa tradição vinícola e caves do século 19. 

Os vinhedos variam desde os sopés dos Andes, onde os melhores Cabernets do país são produzidos, até o planalto central. Seu clima mediterrâneo é estável, com estações bem definidas e baixo risco de chuvas durante o período da colheita, o que garante condições ideais para o plantio de vinhedos e a produção de bons vinhos.

 

0 AVALIAÇÕES - 0.00 DE 5 ESTRELAS

  • Ótimo:

    0.0%

  • Muito bom:

    0.0%

  • Bom:

    0.0%

  • Não gostei:

    0.0%

  • Péssimo:

    0.0%

Avalie este produto:

Avaliar