Champagne Francês Taittinger Nocturne

1137

Por: R$ 389,90

R$ 370,41 (com 5% no boleto à vista)

em até 3x de R$ 129,97 sem juros no cartão

comprar
Frete
Compartilhe:
  • País: França
  • Região: Reims
  • Tipo: Branco
  • Volume: 750 ml
  • Teor alcoólico: 12.5000%
  • Temperatura de serviço: 8,0ºC a 10,0ºC
  • Combinações enogastronômicas: Aperitivo, Foie Gras, sobremesas a base de frutas, culinária japonesa e queijos em geral.
  • Validade: Validade indeterminada desde que mantido em local seco e fresco ao abrigo da luz.
  • Vinícola: Taittinger
  • Maturação: Feito através do processo Champenoise, onde a fermentação ocorre dentro da própria garrafa.
  • Família: Champagne
  • Estilo: Seco
  • Coloração: Branco
  • Sommelier: Notas de Prova - Taittinger Nocturne: Cor amarelo palha brilhante. Delicado e elegante aroma de pêssego e damasco seco. Paladar rico, textura macia e extremamente cremoso. Final de boca frutado, delicadamente adocicado e refrescante.

Taittinger

Um dos grandes nomes estabelecidos na região de Champagne, Taittinger foi fundada em 1734 por Jacques Fourneaux, um visionário que plantou as sementes para esta agora gigante casa de champanhe.  Fica no centro de Reims, em Champagne.

Taittinger desfrutou de uma história relativamente tranquila e sem intercorrências por muitos anos, à medida que o negócio da família Fourneaux prosperava e o prestígio da casa cresceu. No entanto, em 2005, a casa foi levada para os Estados Unidos pela Starwood Capital, uma empresa americana de investimentos. Havia agora uma casa de champanhe americana.  Depois de alguns anos, Taittinger foi vendida novamente para Pierre-Emmanuel Taittinger, neto do fundador original.

Em meio à mudanças de propriedade, a qualidade da produção sempre permaneceu. Taittinger é uma grande escolha para os amantes de Champagne. Suas garrafas têm muita elegância e delicadeza, com uma extrema complexidade e muita riqueza no paladar.

Com 288 hectares de vinhedos próprios, a marca Taittinger detém 34 importantes Crus da região dividindo-se em 37% da casta Chardonnay, 48% Pinot Noir e 15% Pinot Meunier da bebida exuberante e cristalina.

Atualmente, a quarta geração da família está fortemente envolvida na produção das linhas de vinho - são os herdeiros Vitalie e Clovis Tatittinger filhos de Pierre-Emmanuel. O vinho com borbulhas está presente em 140 países produzindo e vendendo 5,5 milhões de garrafas ano. Tradicional e mundialmente conhecida o Champagne Taittinger, a marca do vinho se apresenta no mercado nas versões Brut Réserve, Brut Millésimé, Prestige Rosé, Nocturne, Comtes de Champagne – Blanc de Blancs e Comtes de Champagne Rosé.

Reims

Reims é uma comuna francesa na região administrativa de Grande Leste, no departamento Marne. Estende-se por uma área de 46,9 km². Em 2010 a comuna tinha 179 992 habitantes. Era chamada de Durocortoro durante o período romano.

Reims se situa a noroeste do departamento de Marne e a oeste da região Grande Leste, no eixo Paris-Alemanha, ao ao sul da Banana Azul.

Em linha reta, a cidade está a 130 km de Paris, 157 Km de Metz, 168 Km de Lille e 282 Km de Estrasburgo. No contexto regional, Reims está situada à 25 km ao norte de Épernay, à 41 km noroeste de Châlons-en-Champagne,à 75 km sudoeste de Charleville-Mézières e 107 KM ao norte de Troyes.

Reims é limitada por 15 comunas: Champfleury, Villers-aux-Nœuds, Bezannes, Tinqueux, Saint-Brice-Courcelles, Saint-Thierry, Courcy, Bétheny, Witry-lès-Reims, Cernay-lès-Reims, Saint-Léonard, Puisieulx, Taissy, Cormontreuil e Trois-Puits. De acordo com a INSEE, seis dessas comunas fazem parte da Unidade Urbana de Reims. A malha urbana depois da Unidade Urbana de Reims faz parte Zona Urbana de Reims.

Reims se situa no limite da Bacia Sedimentar Parisiense. Ela está limitada ao sul pela Montanha de Reims (em cujas encostas se encontram as melhores vinhas do vinhedo de champagne), onde se encontra o maciço de Saint Thierry e a leste pela Monte Berru.

A cidade se encontra em estratos de calcário (no caso giz) compostos por foraminíferos datados do Campaniano. Divididos entre os giz formados por foraminíferos do tipo g, existentes em boa parte do centro da cidade, nos arredores de Laon, Orgeval e o tipo h, presentes sobre as periferias orientais, ocidentais e meridionais. Os bairros situados na margem do rio Vesle e seus aluviões, além das terras adjacentes são compostas por giz brancos também datados do campaniano. 

0 AVALIAÇÕES - 0.00 DE 5 ESTRELAS

  • Ótimo:

    0.0%

  • Muito bom:

    0.0%

  • Bom:

    0.0%

  • Não gostei:

    0.0%

  • Péssimo:

    0.0%

Avalie este produto:

Avaliar