Espumante Francês Domaine Cremant Blend Brut 2008

1127

Por: R$ 149,90

R$ 142,41 (com 5% no boleto à vista)

em até 1x de R$ 149,90 sem juros no cartão

Frete
Compartilhe:
  • País: França
  • Região: Alsácia
  • Safra: 2008
  • Tipo: Branco
  • Uva: Blend (Auxerrois, Pinot Gris e Pinot Blanc)
  • Volume: 750 ml
  • Teor alcoólico: 12.5000%
  • Combinações enogastronômicas: Acompanha entradas, aperitivos, pescados e saladas.
  • Validade: Válido por tempo indeterminado desde que guardado em local seco e ao abrigo da luz.
  • Vinícola: Domaine Barmes Buecher
  • Maturação: Envelhece 2 anos na garrafa antes de ser comercializado.
  • Estilo: Extra Brut
  • Coloração: Branco
  • Sommelier: Notas de Prova - Crémant D´Alsace Brut: Cor amarelo palha com perlage em forma de rosário. Apresenta aromas de frutas cítricas frescas e brioche. No paladar é seco, leve, com boa acidez e final frutado.

Domaine Barmes Buecher

Domaine Barmes Buecher localiza-se na Alsácia, uma das raras regiões vinícolas dedicada quase exclusivamente aos vinhos brancos. Atualmente a propriedade possui 16 hectares, com terroirs únicos: Rosenberg, LeimenthalPfleckClos SandHerrenwegWintzenheim, Grand Cru Pfersigberg, Grand Cru Steingrubler e Grand Cru Hengst. A produção segue a linha biodinâmica e desde 1985 o manejo dos vinhedos é com infusões a base de flores e ervas (urtiga, cavalinha, salgueiro, milefólio, valeriana, camomila). O objetivo é não alterar o equilíbrio inicial das uvas e preservar o vinho na sua essência mantendo a energia natural adquirida, por isso as podas e colheita seguem os ciclos lunares. Na vinificação não há adição de enzimas ou leveduras, o processo é natural. Todo esse cuidado resulta em vinhos muito especiais com características únicas.

Blend (Auxerrois, Pinot Gris e Pinot Blanc)

Alsácia

A Alsácia é uma região de grandes vinhos brancos, todos muito característicos, que não encontram paralelo em nenhuma outra região do mundo. As castas principais são a fantástica uva Riesling, a exótica Gewürztraminer, a Pinot Gris e a Pinot Blanc, todas adquirindo aqui um caráter único e especial. São vinhos que podem ser muito finos, complexos e de grande classe. Os mais simples são refrescantes e saborosos, combinando muito bem com peixes e frutos do mar. A região também produz alguns bons Pinot Noir e, no caso de alguns produtores, fantásticos vinhos de sobremesa, além do reputado espumante Crémant d’Alsace. A Alsácia é amplamente conhecida pela elaboração de vinhos brancos, já que 92% da produção local é destinada a tais exemplares. Os 8% restantes são responsáveis por dar origem a vinhos tintos leves e deliciosos.Na fronteira da Alemanha com a França e próxima do importante rio Reno e da cadeia de montanhas Vosges, a região da Alsácia esteve, muitas vezes, sobre o domínio alemão, resultando em uma rica mistura cultural, bastante peculiar e simbólica. De acordo com o sistema de denominação francês, o Appellation d’Origine Contrôlée ou AOC, os vinhos da Alsácia são divididos em três grupos. O primeiro chama-se Alsace AOC, classificação que abrange vinhos varietais, nomeados pela uva e não pelo vinhedo ou château de origem. Quando a casta não é citada, trata-se de um vinho de corte. A segunda classificação é denominada Alsace Grands Crus AOC. “Grands Crus” significa grandes vinhedos, isto é, apenas 51 vinhedos da Alsácia receberam essa classificação. Os rótulos dos vinhos irão apresentar o nome da uva presente em sua composição e o nome do vinhedo. Os Grands Crus representam menos de 5% do total de vinhos produzidos. Os espumantes elegantes, frescos e vibrantes produzidos na região da Alsácia constituem a terceira e última classificação, denominada Crémant d’Alsace AOC. Essas variedades de vinhos são produzidas pelo método tradicional e podem ser vinhos brancos ou rosés. As uvas autorizadas para a elaboração desses exemplares são das castas Pinot Noir, Riesling, Chardonnay, Pinot Blanc e Pinot Gris.Os solos da região da Alsácia são constituídos, em geral, por granito, calcário, argila, areia e greda. Esses compostos formam os mosaicos de solos encontrados na região, frutos do desmoronamento de uma parte das montanhas Vosges, ocorrido há mais de 50 milhões de anos.

0 AVALIAÇÕES - 0.00 DE 5 ESTRELAS

  • Ótimo:

    0.0%

  • Muito bom:

    0.0%

  • Bom:

    0.0%

  • Não gostei:

    0.0%

  • Péssimo:

    0.0%

Avalie este produto:

Avaliar