El Enemigo Syrah/Viognier | Enoteca Brasil
El Enemigo Syrah/Viognier

El Enemigo Syrah/Viognier

Ref.: 341 Compra Segura

Excelente corte, inspirado nos Syrahs do norte do Rhône, onde a branca Viognier é adicionada ao blend para aportar frescor e aromas florais.
El Enemigo Syrah/Viognier é diferente e saboroso. Apresenta notas defumadas e de ervas frescas. Tem ótima acidez, taninos finos e longo final!
Está entre os melhores Syrahs da Argentina!

R$ 289,90 Em até 3x de R$ 96,63 sem juros

Escolha uma opção

Produto indisponível

Compartilhe

Produtor: El Enemigo;

País: Argentina;

Região: Mendoza;

Safra: 2011;

Tipo: Tinto;

Uva: Syrah e Viognier;

Volume: 750ml;

Teor alcoólico: 13,9% ;

Temperatura de Serviço: 16 a 18ºC;

Sugestão de decantação: Não;

Sugestão de guarda: mais de 10 anos.

90 a 94 pontos

90 a 94 pontos

90 a 94 pontos

90 a 94 pontos

Tinto

Syrah

Vinho tinto variedade syrah

A casta Syrah certamente origina alguns dos mais cultuados e apreciados vinhos do planeta.

Os vinhos produzidos com a Syrah são profundos e encorpados, repletos de notas de especiarias e frutas negras maduras.

É uma casta que pode originar vinhos com perfis aromáticos distintos, dependendo do tipo de clima onde é cultivada.

Nas regiões de clima quente, os vinhos são encorpados, com notas que lembram ameixa e chocolate.

Em regiões mais frias, são famosos os Syrahs com notas de pimenta-do-reino e couro. Incrivelmente longevos, os melhores exemplos de vinhospodem evoluir por décadas na adega.

Historicamente, os vinhos elaborados com a Syrah eram clandestinamente adicionados aos vinhos de Bordeaux para deixá-los mais encorpados e potentes.

A origem da casta Syrah era controversa até 1998, quando testes de DNA comprovaram que esta variedade originou-se de um cruzamento entre as uvas Dureza e Mondeuse Blanche.

O cruzamento ocorreu naturalmente há centenas de anos, na região dos Alpes do Rhône – até hoje uma referência para os mais aclamados e disputados vinhos elaborados com esta casta.

No Norte do Rhône, os cultuados Hermitage e Côte-Rôtie são os mais aristocráticos exemplos de vinhos elaborados com a uva Syrah.

Verdadeiros clássicos, esses vinhos geralmente demandam vários anos em garrafa para mostrar todas as suas qualidades.

Os Saint-Joseph e os mais populares Crozes-Hermitage são alternativas mais baratas e geralmente menos longevas de vinhos, mas que conseguem mostrar o caráter da uva Syrah cultivada no Norte do Rhône.

Fora da sua região de origem, a Austrália é o país mais famoso pelos vinhos elaborados com a Syrah.

Ali, ela é chamada de Shiraz e os mais famosos exemplos são bastante concentrados e cheios de fruta.

Os melhores vinhos são realmente excelentes, mas o grande sucesso fez surgir alguns rótulos mais comerciais – geralmente um pouco enjoativos, com fruta muito doce e notas exageradas de carvalho.

Esses vinhos prejudicaram um pouco a imagem que o vinho australiano gozava até há pouco tempo.

Mesmo assim, os melhores Syrahs da Austrália estão entre os grandes vinhos clássicos do Novo Mundo e merecem ser provados.

Recentemente diversos países têm produzido vinhos tintos de classe mundial com a Syrah, atestando o grande potencial da casta.

Além da França e Austrália, podemos certamente citar Itália, Portugal, Chile, África do Sul, Estados Unidos e Argentina. Os vinhos produzidos com a casta

Viognier

Bastante aromática, a casta Viognier é característica do Norte do Rhône, onde produz vinhos brancos deliciosos e de grande charme, como os famosos Condrieu. Os vinhos elaborados com a casta Viognier costumam revelar uma cor intensa, alto teor alcoólico e aromas sedutores, associados a damasco, pêssego e flores. A cepa Viognier também é usada em pequena quantidade em cortes com a uva Syrah, conferindo maior finesse aos vinhos tintos da região. Por seu caráter estiloso, também foi bastante plantada no Novo Mundo por produtores que gostam de inovar. Apesar de ser bastante característica do Norte do Rhône, onde é utilizada na elaboração de fantásticos vinhos, a origem da cepa é ainda muito discutida. Acredita-se que a uva Viognier possa ser originária da região de Dalmácia, antiga província romana localizada na Croácia, sendo levada para o Norte do Rhône pelos romanos há pelo menos 2 mil anos atrás. É de conhecimento que a maior parte dos vinhedos que cultivam a uva Viognier encontram-se na França, entretanto, é possível achar vinhas da casta na Itália, Grécia, Austrália, Espanha e Estados Unidos, país esse onde há surgido excelentes cortes da uva com a casta Chardonnay, cepa Colombards e uva Chenin Blanc, demonstrando a enorme demanda que os americanos têm obtido em relação a uva Viognier. Seus vinhos ricos em aromas e sabores são companhias perfeitas para harmonizações com queijos de massa mole (brie e camembert) e pescados. Os altos teores alcoólicos dos rótulos contrastam de excelente forma com pratos da culinária mexicana e chinesa.

Argentino

Os vinhos argentinos têm chamado atenção de críticos e apreciadores da bebida.

O motivo? A Argentina é o quinto maior produtor de vinhos do mundo, além de ser a região vinícola de maior destaque e prestígio em toda América do Sul.

750 ml

Tamanho da garrafa 750 ml - Padrão

90 a 94 pontos

Classificação na escala de pontos das publicações que degustam e avaliam vinhos

Produtos Relacionados

DV Catena Malbec Malbec

R$ 319,90

3x de R$ 106,63 S/ JUROS

DV Catena Cabernet Malbec

R$ 244,90

3x de R$ 81,63 S/ JUROS

DV Catena Syrah-Syrah

R$ 249,90

3x de R$ 83,30 S/ JUROS

Receba nossas ofertas e novidades