Vinho Português Auto Carro Nº 27 Blend 2013

90

Por: R$ 54,90

R$ 52,16 (com 5% no boleto à vista)

em até 1x de R$ 54,90 sem juros no cartão

Frete
Compartilhe:
Todos nós temos uma carreira de Autocarro na vida. Faz parte das nossas memórias. A de José da Mota Capitão era o Nº27. Por outro lado, em tempo de crise, não se anda de carro. Anda-se de Autocarro. É neste enquadramento que nasce o Autocarro 27, um vinho acessível de grande qualidade, ideal para se disfrutar no dia-a-dia. Corpo médio, fresco, intenso e gastronómico. Produção Anual: 50.000 garrafas
  • País: Portugal
  • Região: Regional Península de Setúbal
  • Safra: 2013
  • Tipo: Tinto
  • Volume: 750 ml
  • Teor alcoólico: 14.0000%
  • Validade: Validade indeterminada desde que conservado com a sua vedação original em local seco e fresco ao abrigo da luz, sem trepidações, com temperatura constante, sem odores fortes e preferencialmente na posição horizontal.
  • Vinícola: Herdade do PortoCarro
  • Família: Vinho Fino
  • Estilo: Seco
  • Coloração: Tinto
  • Sommelier: Notas de Prova - Auto Carro Nº 27 : Nariz intenso e refrescante com notas de ameixas e frutos vermelhos. Acidez vibrante e viva com taninos presentes, mas não agressivos, a conferir uma jovial e agradável persistência.

Herdade do PortoCarro

A Herdade do Portocarro faz parte integrante da região demarcada da Península de Setúbal. É constituída por uma várzea de arroz, junto ao Sado, onde se produz arroz com marca própria - Loverice - e por uma zona de encostas, onde se encontram os 18 hectares de vinha.

O nome da Herdade inspira-se em primeiro lugar pela existência de um ponto elevado, antigamente denominado por “carro”, localizado no sítio mais alto da região. Em segundo lugar, pelo pequeno cais que marca a paisagem há muitos séculos, desde os tempos em que o transporte era feito, sobretudo, por via fluvial.

Os vinhos da Herdade do Portocarro possuem uma personalidade intensa e complexa, tensos e terrosos, associados a uma extraordinária elegância e frescura. São vinhos para um consumidor sofisticado, culto e sensível que procura e gosta de provar a diferença.

Regional Península de Setúbal

A Península de Setúbal compreende as Denominações de Origem, Palmela e Setúbal e a designação de vinhos regionais Península de Setúbal. A denominação "Setúbal” está reservada para os vinhos Moscatel de Setúbal e Moscatel Roxo. A maior parte dos vinhos da região utilizam a casta Castelão (conhecida na região da Península de Setúbal por Periquita) na sua composição. Esta é a casta tradicional da zona e a legislação para a produção de vinhos da Denominação de Origem obriga à sua utilização de uma percentagem elevada. Os vinhos da casta Castelão apresentam-se à prova estruturados, frutados, insinuando aromas a cereja, groselha, bolota, castanha, ameixa confitada, amoras e framboesa, que se harmonizam bem com o estágio em barricas de carvalho. Em regra geral, apresentam excelente capacidade de envelhecimento.

As castas brancas de referência na região são a Arinto, Fernão Pires e a Moscatel de Setúbal, que é utilizada em vinhos brancos e também nos vinhos generosos da Denominação de Origem de Setúbal. Este vinho tem características únicas pelos seus aromas florais nos brancos e os sabores suaves a especiarias e frutos silvestres nos tintos. Nas castas tintas, evidenciam-se o Alfrocheiro e Trincadeira.

0 AVALIAÇÕES - 0.00 DE 5 ESTRELAS

  • Ótimo:

    0.0%

  • Muito bom:

    0.0%

  • Bom:

    0.0%

  • Não gostei:

    0.0%

  • Péssimo:

    0.0%

Avalie este produto:

Avaliar