Vinho Português Auto Carro nº 27 Blend 2013

Auto Carro nº 27 Blend 2013

Ref.: 90 Compra Segura

Vinho português da Herdade do PortoCarro, Regional Península de Setúbal.

R$ 54,90 Em até 3x de R$ 18,30 sem juros

Escolha uma opção

Produto indisponível

Compartilhe
Todos nós temos uma carreira de Autocarro na vida. Faz parte das nossas memórias. A de José da Mota Capitão era o Nº27. Por outro lado, em tempo de crise, não se anda de carro. Anda-se de Autocarro. é neste enquadramento que nasce o Autocarro 27, um vinho acessível de grande qualidade, ideal para se disfrutar no dia-a-dia.



País: Portugal
Região: Regional Península de Setúbal
Safra: 2013
Tipo: Tinto
Uva: Blend (Aragonez, Cabernet Sauvignon and Touriga Nacional)
Volume: 750 ml
Teor alcoólico: 14.0000%
Validade: Validade indeterminada desde que conservado com a sua vedação original em local seco e fresco ao abrigo da luz, sem trepidações, com temperatura constante, sem odores fortes e preferencialmente na posição horizontal.
Vinícola: Herdade do PortoCarro
Família: Vinho Fino
Estilo: Seco
Coloração: Tinto


Aroma: intenso e refrescante com notas de ameixas e frutos vermelhos.
Paladar: Acidez vibrante e viva com taninos presentes, mas não agressivos, a conferir uma jovial e agradável persistência.
Tinto

Aragonez

Uva da variedade Aragonez

Aragonez é a mesma casta que a espanhola Tempranillo.

Também chamada de Tinta Roriz, é muito fina e de extraordinária qualidade.

Em bons anos produz vinhos encorpados, escuros e muito aromáticos.

Esta casta possui casca grossa, bagos pequenos e escuros, que sinalizam o seu potencial para vinhos com bons níveis de taninos, e sabores complexos.

Os vinhos produzidos à base de Tempranillo apresentam uma cor vermelha rubi intensa, principalmente quando jovens.

É casta precoce (originariamente o nome desta casta é Tempranillo por sua maturação precoce – temprano significa ‘‘cedo’’), muito vigorosa e produtiva, facilmente adaptável a diferentes climas e solos, tendo-se estendido rapidamente para as regiões do Dão, Tejo e Lisboa.

Se o vigor for controlado, oferece vinhos que concertam elegância e robustez, fruta e especiarias, num registo profundo e vivo.

Prefere climas quentes e secos, temperados por solos arenosos ou argilo-calcários.

Os aromas mais comuns em vinhos produzidos com esta casta frutos vermelhos, ameixa, mirtilo, framboesa, tabaco e condimentos.

Cabernet Sauvignon

Uva da variedade Cabernet Sauvignon

A casta Cabernet Sauvignon (resultado do cruzamento das uvas Cabernet Franc e Sauvignon Blanc) é uma das mais famosas e a mais bem-sucedidas uvas tintas do mundo, originária da região francesa de Bordeaux (como indicam documentos do século XVIII).

Ela compõe vinhos tintos encorpados e concentrados, muitas vezes envelhecidos em carvalho.

Alguns exemplares podem durar muito tempo, e podem também ser elegantes e complexos, enquanto outros são mais intensos e exuberantes.

Hoje, a onipresente uva Cabernet Sauvignon produz ótimos vinhos nas regiões mais diversas: Bordeaux, Itália, Portugal, Espanha, Austrália, Califórnia, Chile, Argentina, Nova Zelândia e África do Sul, entre outras.

Cada uma com seu estilo próprio e suas peculiaridades.

Por ser o componente principal de todos os cinco Premier Grand Cru Classés de Bordeaux, a variedade foi plantada nos quatro cantos do planeta e diversos dos melhores tintos do mundo são elaborados com ela.

A Cabernet Sauvignon é uma uva relativamente fácil de ser cultivada, mas que demanda uma grande insolação para alcançar o pleno amadurecimento.

Essa é uma das razões do porquê na sua região de origem – Bordeaux, na França – ela aparece em quantidade menor que sua companheira Merlot, que por sua vez necessita de menos sol para amadurecer.

Apesar de ser comumente associada aos tintos de Bordeaux, a uva Cabernet Sauvignon se desenvolve particularmente bem apenas na região de Médoc e em alguns outros poucos terroirs de Bordeaux.

Por outro lado, o sol abundante do Novo Mundo, em lugares como a Califórnia e o Chile, permite que a uva Cabernet fique completamente madura e acumule bastante açúcar.

Os cachos são pequenos e os bagos miúdos e de casca espessa.

Os vinhos tintos elaborados com ela são encorpados e concentrados, com taninos potentes e muitas vezes envelhecidos em carvalho, para que o vinho fique mais complexo e macio.

Alguns de seus vinhos podem durar muito tempo, e podem também ser elegantes e complexos, enquanto outros são mais intensos e exuberantes.

Touriga Nacional

Uva da variedade Touriga Nacional

Originária da região do Dão, esta casta é a mais célebre uva portuguesa da atualidade.

A Touriga Nacional também é bastante comum no Douro, onde aparece em vinhas velhas.

Apesar de existirem mais de 20 cepas utilizadas no corte dos exuberantes Vinhos do Porto, pode-se dizer que a Touriga Nacional é a de maior destaque, sendo a principal casta utilizada atualmente nos irreverentes e conhecidos tintos portugueses.

Por possuir baixa produtividade, a casta não era muito utilizada na elaboração de vinhos no começo do século XX, sendo preterida por outras uvas portuguesas com maior índice de produção.

Após alguns anos, especificamente no início da década de 80, a uva passou a ser reconhecida nacionalmente e internacionalmente, graças a exigência de conhecedores do mundo do vinho que começaram a observar a nobreza existente na casta, passando então a aumentar a qualidade da produção da Touriga Nacional, um dos maiores tesouros de Portugal.

Os bagos da Touriga Nacional são pequenos, ligeiramente achatados e possuem uma coloração forte, ficando entre os tons de azul escuro e o preto.

Graças a pele, de excelente espessura, os vinhos elaborados a partir da uva Touriga Nacional possuem cor bastante intensa e aromas bastante profundos.

A uva de baixa produtividade se adapta bem a diversas áreas, entretanto por possuir elevado vigor fisiológico, possui maturação intermediária e exige alguns cuidados específicos no processo de cultivo.

A casta Touriga Nacional é utilizada na elaboração de vinhos elegantes e com elevada complexidade, sendo excelentes opções de harmonização com carnes que possuam maior presença de gordura, já que a acidez presente nos tintos elaborados a partir da casta promove um equilíbrio e sensação extremamente agradável no paladar.

Possuindo aromas complexos e bastante notáveis, os tintos da casta podem ser apreciados e degustados também na companhia de pratos da culinária indiana, bastante famosos por levarem diversas especiarias e possuírem presença de coco, propiciando leveza e explosão de sabores no paladar.

Esta excelente cepa está no auge de sua fama e já se espalhou para as mais diversas regiões portuguesas e também para outros países, como Argentina, Austrália, Chile e África do Sul.

Seus vinhos são ricos e concentrados, de aromas muito característicos, com grande personalidade, muita estrutura tânica e coloração profunda.

Português

2013

Colheita das uvas durante o ano de 2013

750 ml

Tamanho da garrafa 750 ml - Padrão

Produtos Relacionados

-15%

Cartuxa EA Tinto Blend 2016

R$ 69,90 R$ 59,40

3x de R$ 19,80 S/ JUROS

Esporão Private Selection Branco 2013

R$ 329,90

3x de R$ 109,97 S/ JUROS

-6%

Lauri Viana Blend Tinto 2014

R$ 160,00 R$ 149,99

3x de R$ 50,00 S/ JUROS

Vistalba Corte C Blend Tinto 2012

R$ 109,90

3x de R$ 36,63 S/ JUROS

Receba nossas ofertas e novidades