Vinho Italiano Piccini Rosso Tinto Blend 2008 | Enoteca Brasil
Vinho Italiano Piccini Rosso Tinto Blend 2008

Piccini Rosso Tinto Blend 2008

Ref.: 509 Compra Segura

Vinho Italiano Piccini Rosso Tinto Blend 2008

R$ 228,27 Em até 3x de R$ 76,09 sem juros

Escolha uma opção

Produto indisponível

Compartilhe
Vinho Italiano Piccini Rosso Tinto Blend 2008

País: Itália

Região: Montalcino

Safra: 2008

Tipo: Tinto

Uva: Blend (Primitivo, Zinfandel)

Volume: 750 ml

Teor alcoólico: 13.5000%

Validade: Validade indeterminada desde que conservado com a sua vedação original em local seco e fresco ao abrigo da luz, sem trepidações, com temperatura constante, sem odores fortes e preferencialmente na posição horizontal.

Vinícola: Tenute Piccini

Família: Vinho de Mesa Fino

Estilo: Seco

Coloração: Tinto
Tinto

Primitivo

A Primitivo é uma uva muito comum no sul da Itália, mais precisamente na região de Puglia, também conhecida como o salto da bota. Ali, principalmente no IGP de Salento, e especialidade das regiões de Manduria e Gioia del Colle, ela passou de uma casta considerada secundária a uma das mais importantes variedades da região, dando origem a vinhos perfumados e encorpados que estão ganhando o mundo.

Esta uva é perfeita para quem gosta de vinhos de estilo mais carnudo, concentrados e com bastante fruta, mas com acidez mais baixa e taninos leves. Enquanto em climas mais quentes os sabores predominantes são de frutas vermelhas, em regiões de climas mais frios se sobrepõem as frutas pretas e uva passa. Em Manduria, onde os vinhos de Primitivo são mais concentrados, também é comum encontrar a uva em corte com outra cepa regional, a Negroamaro.

Seu nome é uma referência à sua época de colheita. A Primitivo é uma uva precoce, o que significa que é a primeira casta tinta a ser colhida, em meados de agosto, enquanto as outras são colhidas em outubro. E, por isso, costumam ter bastante açúcar residual, o que significa um potencial de produzir vinhos com alto teor alcoólico.

Embora tenham sido encontradas rastros da cepa na Itália pelo menos desde o século XVIII, existem evidências que o vinho Primitivo tenha sido comercializado em Veneza nos anos 1400. No entanto, um estudo genético mostrou que suas raízes são, na verdade, croatas, onde ela é chamada de Tribidrag. E, para a surpresa de muitos enólogos, ela é geneticamente idêntica à outra uva, a Zinfandel, considerada por muito tempo como uma cepa originalmente californiana.

 

 

Zinfandel

Curiosamente, a famosa casta Zinfandel da Califórnia é a mesma uva Primitivo do Sul da Itália, muito cultivada na região da Puglia. Seu nome Primitivo se deve ao fato de esta uva ter uma maturação precoce – sendo uma das primeiras a ser colhida. 

Durante muito tempo, a uva Primitivo foi usada para compor cortes de vinhos na região do norte da Itália, mas vem sofrendo um verdadeiro renascimento na Puglia, produzindo tintos escuros, concentrados e muito saborosos. 

A casta foi trazida da Europa em meados do século XIX para o Novo Mundo e se adaptou extremamente bem ao clima e solo característico dos Estados Unidos, especificamente na região da Califórnia. Através de alguns testes científicos realizados por estudiosos, descobriu-se que a uva Zinfandel possui origem croata, tendo equivalência genética com a casta Primitivo, característica da Itália. 

Tendo se adaptado ao clima e solo dos Estados Unidos, a casta possui 90% de sua produção mundial no país norte americano, sendo 11% somente na Califórnia, região em que a uva se tornou extremamente emblemática, produzindo vinhos excelentes. Apesar da maior parte dos vinhedos da casta estarem localizados nos Estados Unidos, a uva Zinfandel também é cultivada em menor proporção na África do Sul, no México e na Austrália, sendo os três principais países de área de cultivo depois da região norte americana. 

Os vinhos elaborados a partir da tinta Zinfaldel apresentam coloração rubi intensa, destacando-se no paladar de modo geral ameixa, framboesa, amora e cereja. Dependendo da elaboração do processo de vinificação, os vinhos da casta podem apresentar notas de especiarias, como canela e até mesmo baunilha, caso ocorra o armazenamento em barris de carvalho americano. Com grande variação, a casta é conhecida pelo mundo com diferentes nomes, entre eles Primitivo Di GioiaLocalePlavac Meliki e Uva Di Corato. 

Os vinhos elaborados com a casta Zinfandel podem ser tintos ou brancos (quase como um rosé). Normalmente com grande presença de teor alcoólico, os tintos são bastante balanceados e ajustados, já o White Zinfandel que é produzido com a casca da uva, é ligeiramente adocicado e leve. 

Extremamente equilibrados, os vinhos tintos elaborados com a casta são excelentes opções para harmonizar com carne vermelha (especificamente filet mignon) e queijos amarelos. Já os brancos, acompanham muito bem pratos que levem frutos do mar. 

Italiano

Vinho Italiano

Ficando atrás apenas da França, os vinhos italianos ficam em segundo lugar como os mais produzidos no mundo todo.

Os principais vinhos italianos são conhecidos como cinco b's: Brunello, Brabaresco, Bholgueri, Barbera e Barolo.

Na verdade, os vinhos italianos são muito mais que isso. Possue muitas regiões vinícolas, bem como diversos blend de castas que se traduzem num dos melhores vinhos do mundo.

2008

Colheita das uvas durante o ano de 2008

750 ml

Tamanho da garrafa 750 ml - Padrão

Produtos Relacionados

Cordillera Andina Rose Syrah 2017

R$ 38,50

3x de R$ 12,83 S/ JUROS

Alma Negra M Blend Tinto 2016

R$ 169,90

3x de R$ 56,63 S/ JUROS

Receba nossas ofertas e novidades