Vinho Brasileiro Casa Valduga Gran Cortes Raizes Blend Tinto 2012

Casa Valduga Gran Cortes Raizes Blend Tinto safra 2012

Ref.: 284 Compra Segura

Vinho Brasileiro Casa Valduga Gran Cortes Raizes Blend Tinto 2012
Vinho produzido pela Casa Valduga utilizando um incrível blend

R$ 122,00 Em até 3x de R$ 40,67 sem juros

Escolha uma opção

Produto indisponível

Compartilhe

Depois de dez anos de estudos, chega ao mercado brasileiro o novo Casa Valduga Gran Raízes Corte, uma seleção de excepcionais uvas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc e Tannat da Campanha Gaúcha. 

País: Brasil

Região: Candiota

Produtor: Casa Valduga

Volume: 750ml

Uva: Blend(Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Tannat)

Teor Alcoólico: 13%

Safra: 2012

Aroma: Notas de especiarias, café e frutas maduras, como amora

Paladar: Bom volume, taninos maduros e persistente

Cabernet Franc

Uva da variedade Cabernet Franc

A casta Cabernet Franc já foi uma das principais uvas da região francesa de Bordeaux.

Também conhecida como “bouchet” em Saint-Émilion, a casta é mencionada pela primeira vez na região no século I.

Hoje essa variedade de uva aparece em cortes com a casta Cabernet Sauvignon e a uva Merlot, dando origem ao famoso corte bordalês, muito celebrado na região que lhe conferiu o nome.

O cacho da uva Cabernet Franc possui tamanho pequeno e cor violeta acentuada.

Os bagos da casta são extremamente delicados e com formato redondo. A uva é muito cultivada na França, mas é utilizada na elaboração de vinhos extraordinários no Norte da Itália, no Vale do Maipo localizado no Chile e no Vale dos Vinhedos no Brasil.

A uva Cabernet Franc amadurece cedo, podendo ser cultivada em regiões de clima quente ou frio. A casta com o tempo perdeu muito espaço para as uvas Merlot e Cabernet Sauvignon na elaboração de vinhos tintos, entretanto, o que muitos não sabem, é que foi a casta Cabernet Franc que deu origem a casta Cabernet Sauvignon, já que foi o cruzamento da Franc com a Sauvignon Blanc que originou a conhecida e aclamada uva.

Já na região do Vale do Loire, dá origem a vinhos varietais (tintos e rosés) repletos de aromas de ameixas e amoras, notas herbáceas e até florais, como violeta.

No palato, revela um corpo médio e taninos longos, que indicam boa guarda. Devido a excelente acidez natural encontrada nos vinhos produzidos com a casta Cabernet Franc, os tintos e rosés são ideais para harmonizações com queijo de cabra, queijo feta, cogumelos, quiche de espinafre e ervas aromáticas, como sálvia, tomilho e alecrim.

A casta Cabernet Franc é utilizada na elaboração de tintos fantásticos, entre eles o “Alzero Cabernet Franc IGT 1998” do produtor italiano Giuseppe Quintarelli

Cabernet Sauvignon

Uva da variedade Cabernet Sauvignon

A casta Cabernet Sauvignon (resultado do cruzamento das uvas Cabernet Franc e Sauvignon Blanc) é uma das mais famosas e a mais bem-sucedidas uvas tintas do mundo, originária da região francesa de Bordeaux (como indicam documentos do século XVIII).

Ela compõe vinhos tintos encorpados e concentrados, muitas vezes envelhecidos em carvalho.

Alguns exemplares podem durar muito tempo, e podem também ser elegantes e complexos, enquanto outros são mais intensos e exuberantes.

Hoje, a onipresente uva Cabernet Sauvignon produz ótimos vinhos nas regiões mais diversas: Bordeaux, Itália, Portugal, Espanha, Austrália, Califórnia, Chile, Argentina, Nova Zelândia e África do Sul, entre outras.

Cada uma com seu estilo próprio e suas peculiaridades.

Por ser o componente principal de todos os cinco Premier Grand Cru Classés de Bordeaux, a variedade foi plantada nos quatro cantos do planeta e diversos dos melhores tintos do mundo são elaborados com ela.

A Cabernet Sauvignon é uma uva relativamente fácil de ser cultivada, mas que demanda uma grande insolação para alcançar o pleno amadurecimento.

Essa é uma das razões do porquê na sua região de origem – Bordeaux, na França – ela aparece em quantidade menor que sua companheira Merlot, que por sua vez necessita de menos sol para amadurecer.

Apesar de ser comumente associada aos tintos de Bordeaux, a uva Cabernet Sauvignon se desenvolve particularmente bem apenas na região de Médoc e em alguns outros poucos terroirs de Bordeaux.

Por outro lado, o sol abundante do Novo Mundo, em lugares como a Califórnia e o Chile, permite que a uva Cabernet fique completamente madura e acumule bastante açúcar.

Os cachos são pequenos e os bagos miúdos e de casca espessa.

Os vinhos tintos elaborados com ela são encorpados e concentrados, com taninos potentes e muitas vezes envelhecidos em carvalho, para que o vinho fique mais complexo e macio.

Alguns de seus vinhos podem durar muito tempo, e podem também ser elegantes e complexos, enquanto outros são mais intensos e exuberantes.

Tannat

Como seu próprio nome indica, a Tannat é uma uva com grande quantidade de taninos, sendo uma das castas com maior carga tânica de todo o mundo, ao lado da uva Baga.

Originária da região de Madiran, no sudoeste da França, ela resulta em vinhos tintos duros que precisam de anos para amaciar.

Ao ser levada por colonizadores bascos para a região do Uruguai, adaptou-se muito bem ao clima mais quente do que o presente no sudoeste francês, tornando-se a uva emblemática desse país do Cone Sul.

Hoje ocupa 1/3 dos vinhedos do Uruguai – um volume duas vezes maior do que em sua terra natal na região de Madiran, no sudoeste da França.

Recentemente foi descoberto por meios de pesquisas realizadas por médicos, que a casta Tannat é rica em revesratrol, substância muito encontrada em vinhos tintos que é extremamente benéfica para a saúde, auxiliando na redução do mau colesterol e no combate ao câncer.

Por muito tempo a Tannat foi chamada de Harriague – homenagem a Pascual Harriague, que introduziu a cepa no Uruguai.

Hoje produz na América do Sul vinhos tintos bastante saborosos e bem mais macios e acessíveis, em uma grande variedade de estilos.

No Uruguai, região que a casta Tannat se adaptou de forma extraordinária, existem exemplares de vinhos varietais da uva, mas podem ser encontrados blends com cortes típicos da região de Bordeaux, com as castas Cabernet Franc, Merlote Cabernet Sauvignon.

Os vinhos tintos elaborados com a casta Tannat são excelentes opções para serem degustados e apreciados em momentos gastronômicos, sendo uma ótima alternativa para acompanhar cortes de carne, como por exemplo, a famosa e irreverenciada parrilla uruguai, prato típico da região em que são produzidos os melhores exemplares de tintos varietais e de corte elaborados com a uva Tannat.

Brasileiro

O Brasil é um produtor recente de vinhos no novo mundo. Sua produção está centralizada em 5 regiões principais: Vale do São Francisco, São Roque, Sul de Minas Gerais,Serra Catarinense, Rio Grande do Sul.

O grande destaque na produção brasileira de vinhos, são os espumantes, considerados entre os melhores do mundo.

2012

Colheita das uvas durante o ano de 2012

750 ml

Tamanho da garrafa 750 ml - Padrão

Produtos Relacionados

Alamos Tempranillo Tinto 2010

R$ 79,90

3x de R$ 26,63 S/ JUROS

-26%

Cassa Reserva Douro Branco Blend 2013

R$ 134,90 R$ 99,90

3x de R$ 33,30 S/ JUROS

Alamos Torrontés Branco 2013

R$ 79,90

3x de R$ 26,63 S/ JUROS

Receba nossas ofertas e novidades